quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Um milagre de cada vez

Se acreditares com toda a força que tens, se mantiveres o foco no essencial,  se trabalhares muito, de forma determinada, aguerrida e incansável, até conseguires vislumbrar um ponto de luz, se conseguires somar sentido aos teus dias, tudo o que mais quiseres ser e fazer na tua vida acabará por se tornar uma realidade.
Precisas de te manter simples, de não perder a fé na vida, a confiança em ti mesma, a humildade na relação com os outros, a coragem diante dos teus medos, a força de vontade na dúvida, a atitude positiva nos dias cinzentos,  a gratidão, pelo que és e pelo que tens, sempre, sempre, sempre, alguma impermeabilidade e paciência para dias de chuva, e um porto seguro para onde possas sempre correr quando chegarem aqueles dias de tempestade que te façam pôr tudo em causa.

Lembra-te: a calma sucede sempre a vertigem dos dias.

http://asnovenomeublogue.clix.pt/

Beijocas,
Sandra

4 comentários:

  1. Eu diria que a seguir a uma onda vem sempre um período de acalmia que antecede outra onda...a melhor forma é mergulhar quando a vaga se aproxima. Submergir significa refugiar-se nos princípios fundamentais, verdades básicas, raízes da civilização. Só atrás da rocha se resiste à enxurrada. profundo...ehehe

    ResponderEliminar
  2. Bem...que bom foi ler estas palavras! =)

    Beijinho *

    http://agatadesaltosaltos.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. ai linda, eu amei o que escreveste :D
    gosto do teu blog
    http://diannetho.es

    ResponderEliminar
  4. Palavras que servem de verdadeira inspiração =)

    Beijinho*

    ResponderEliminar