terça-feira, 8 de novembro de 2016

Em Busca das Borboletas


Em busca das Borboletas é o conto de fada dos tempos modernos, simplesmente genial, acho que é o tipo de livro que mesmo quem não gosta de ler vai se fascinar por ele, pois possui  os elementos todos que fazem as delícias do público feminino:

- Amor (depois deste livro o meu lado lamechas veio todo ao de cima);

- Moda (o pormenor com que os outfits são descritos criam imagens deliciosas);

- Música (achei uma ideia fantástica associar uma música especifica aos acontecimentos, dei por mim a cantarolar mentalmente);

- Amizade (revi-me em tantas situações, que saudades…);
-Suspense (bem acontece cada coisa á pobre Maria...)

Durante o livro existiu tantos momentos mágicos em que só desejava ser transportada para a história e vive-la, este livro causa-nos uma “inveja boa” e dá-nos uma vontade de transformar-nos na Maria e no Dale e vivermos os momentos mágicos que ambos viveram…

Tenho de ser sincera, comecei o livro a pensar mais uma história de amor com um Deus Grego e um Bad Boy em que vence o amor do Bad Boy, fiquei viciada na história ter que parar e esperar pelo segundo volume foi mesmo martírio!
A parte maravilhosa foi mesmo a eficiência e rapidez da Chiado Editora (que desde já agradeço mais uma vez) e os três dias de espera passaram a voar! No segundo volume as minhas borboletas continuaram a voar desalmadamente com tanta peripécia e emoção.

A autora conseguiu claramente através do livro transmitir emoções tão fortes de uma maneira inexplicável que nós ao lermos o livro conseguimos sentir quase o mesmo que as personagens viveram… 
Será certamente uma história a não perder, aconselho a todas as meninas românticas e às menos românticas, como eu!








Boas leituras com a Chiado Editora!

PS- Adoraria conhecer a Margarida Pizarro
Beijinhos,
Sandra 



2 comentários:

  1. Só pela capa já me conquistou rsrsrs.

    @elapensatambem

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigada Sandra, pelas suas palavras sobre o meu livro. É muito bom saber que o que eu escrevi pode levar alguém a sonhar. São estes sentimentos que o meu livro provoca em quem lê que me faz acreditar ainda mais neste sonho que tornei realidade. Adorei. :-)

    ResponderEliminar