quarta-feira, 27 de abril de 2016

Uma das receita para ser feliz

Parar, observar, pensar, escolher, decidir, dar novas oportunidades, entrar com o coração todo, dar o máximo, o tudo por tudo, LUTAR. Trabalhar muito, exercer o entusiasmo como uma oração, fazer melhor, procurar a diferença que existe em cada um de nós. Não deixar nada para depois, fazer acontecer tudo o que vai cá dentro no aqui e no agora, desligar por momentos o nosso cérebro e ligar unicamente o nosso coração, deixar-se guiar por ele…
Acredito que um dia chega O dia, aquele em que o nosso santo «cruza» com o de alguém como nós. Com a mesma paixão e a mesma gratidão pela vida, Com o mesmo viver a mil, com o coração que dança e canta apesar de tudo e de tanto, do nada percebemos que não estamos sozinhos no mundo, existe alguém que por acaso até pensa e sente exactamente aquilo que sentimos….
Que estes dias «de muito mais» sejam sempre a máxima que me norteia. Que estes dias em que os olhos riem, o coração está cheio, e conseguimos vislumbrar a luz que ilumina o nosso caminho, os abraços demorados são a melhor cura para os dias difíceis, os abraços são sem dúvida a CURA, as mãos fortes seguram os nossos ombros e fortalecem as nossas certezas e todas as conversas se eternizam na nossa memória, sim porque a vida é mesmo um construir de memórias de lembranças de momentos, que isto seja sempre o que nos mantém no lado certo da vida. Tudo o que nos move, tudo o que se edifica como o fio condutor da geometria dos dias maiores.

Beijocas,
Sandra

1 comentário:

  1. Obrigada, Sandra, pela visita e comentário ao meu blog. Desejo que tenhas muitos dias destes, onde te sentes abencoada pelo outro na tua vida. Abraco de cura :-)

    ResponderEliminar