segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Reencontrar o norte



Às vezes, passas por fases em que só te apetece desistir. Mandar abaixo, fechar a porta, escrever fim. 
Achas que não tens mais forças, achas que o limite chegou, achas que não dá mais. Mas quando é para ser, quando é para dar certo, quando é mesmo meant to be, como dizem os ingleses, ainda que chegues ao limite das tuas forças, ainda que aches que o caminho não é mais por ali, ainda que te digam que desistir é a tua única opção, chega uma palavra, um gesto, alguém que te quer bem ou alguém que não te quer assim tão bem, e a vida faz-te repensar todo o cenário, todos os nãos que dizes a ti mesmo, todos os medos que enfrentas e que aprendes a calar com coragem, todas as pontes que constróis dentro de ti, todos os passos que dás atrás e que sabes que depois te ajudarão a dar uns quantos lá à frente. Percebes que as jornadas não se conquistam todas de uma vez. E que quando chegamos ao fim de um caminho, outro Se apresentará. Sempre. 
É preciso estar atento, ter coragem para enfrentar o desconhecido e nunca (nunca, nunca) deixar de cuidar do essencial.
Nesse dia soltas amarras, levantas a âncora, corriges a rota, ajustas as velas.
És tu. 
E é dia de deixar o porto e encontrar um porto seguro!

Beijinhos,
Sandra

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Poça da D. Beija

Nada como após um longo dia de trabalho, chegar a casa ter tempo para organizar a casa, jantar qualquer coisa leve, preparar a cesta com umas coisinhas para o banho outras para uma ceia e sair pela noitinha, chegar a este cantinho do céu e desfrutar do melhor que a natureza nos dá!
Ora vejam ... 








E claro está a minha figura...







Após uma bela banhoca nada como ir ás fumarolas desfrutar daquela agua mega quentinha para fazer uns cappuccinos e comer uns biscoitinhos é mesmo top!!!






Digam lá se não tenho todos os motivos e mais alguns para adorar a minha ilha!

Beijocas,
Sandra




terça-feira, 18 de agosto de 2015

Trilho Faial da Terra, Salto do Prego e Aldeia do Sanguinho

Nada como acordar bem cedinho e ir ao encontro da natureza, ultimamente esta a minha escolha para iniciar o fim de semana, tentar encontrar o equilíbrio e a força para poder enfrentar o dia a dia no meio do verde e do azul, sentir e cheirar toda a vida que emana desta força brutal que encontramos enquanto trilhamos.
Desta fez fizemos 3 trilhos num só iniciamos o percurso na Estrada Regional que vai para a Povoação e começamos a descer até ao Faial da Terra, demos um pulinho ao Salto do Prego, uma queda de água maravilhosa e depois fomos visitar a Aldeia do Sanguinho, terminando o trilho junto à Ribeira do Faial da Terra. Tenho que ser sincera foram 4 horas de muito cansaço mas souberam tão bem... Acho que este trilho deveria também ficar conhecido pelas pontes é que são mais que 10 lol mas todas elas giras!
Como não podia deixar de ser deixo-vos aqui algumas imagens para terem uma ideia de como foi!



















Primeira descoberta nas ruínas de um antigo moinho uma caixinha que faz parte de uma jogo que agora está tão na moda o geocahing!

















Aproveitando uma nascente e uma folha de conteira e voilá toca a encher a garrafinha!





A minha heroína!




A aldeia está toda reconstruída e é ideal para quem quer fugir das rotinas do dia a dia e ficar em contacto directo com a natureza, voltar ao inicio dos tempos e desfrutar daquilo que a natureza tem de melhor para nós! 






Achei este pormenor de decoração super engraçado e original! 


Ainda lá têm uma retrete antiga... existe quem não conheça... 











olhem só para esta varanda!!!!

...tanque para lavar a roupa

...e nada melhor do que beber uma água bem fresquinha...


O nosso grupo maravilhoso as guerreiras!!!







Digamos que depois do trilho ainda houve tempo para outras aventuras!!!
Beijocas,
Sandra