segunda-feira, 6 de julho de 2015

Saber estar | Bastar ser


Ser optimista e de bem com a vida é diferente de ser cego e emocionalmente burro. É levantar de todas as vezes que caímos e curar com tempo e paciência as nossas feridas. É conservar o riso, resgatar a alegria e continuar a caminhar apesar de. É fazer as pazes com a vida e com os outros, apesar de todos os ses e todos os mas. É seguir sempre em frente, e mesmo que tenhamos medo, acreditamos que nunca nos faltará a  coragem.
É não paralisar perante os obstáculos que aparecem no caminho, não temer o que parece complicado (tantas vezes somos nós que complicamos), é não se esconder atrás de clichés e lugares comuns, apesar de lhes reconhecer consistência,  é lutar pelo que queremos e por tudo em que acreditamos sem atropelar, humilhar, pisar o outro. É parar muitas vezes para reflectir, mas não hesitar no momento em que é preciso tomar decisões, mesmo que sejam das mais complicadas da vida, mesmo que impliquem voltas de 180º, mesmo que abalem todo o nosso mundo e estrutura emocional. 
Quando decidimos percorrer um caminho, por mais sinuoso que nos possa parecer, não deve haver nada nem ninguém que nos demova de o seguir. Para que a nossa consciência durma tranquila na hora de pôr na balança da vida os arrependimentos de tudo aquilo que não fizemos.

http://asnovenomeublogue.clix.pt/

Sem comentários:

Enviar um comentário